desejo.




Hoje quis chegar a casa e sentir teu cheiro,
abraçar-te e sentir-te em mim,
prender-te tão forte e dar-te um beijo,
perder-me numa loucura sem fim.
Quis agarrar-te e jogar-te no chão,
fazer de ti meu pertence,
quis amar-te com paixão,
sentir-te, sente, sente, sente...
Quis aninhar-me em ti,
matar o desejo na tua boca,
dizer-te que não me esqueci,
e que ainda me pões louca.
Quis estremecer a terra e agitar teu mundo,
Parar o tempo e impedir-te de sair,
sentir teu toque superficial, desta vez profundo,
subir aos céus, contigo, sem cair.
Quis amar-te e ser amada,
gritar aos céus o quanto me fizeste feliz,
quis ser tudo ou talvez nada,
quis saber fazer como te fiz.
                         Alguém (ou algo), que se apoderou da mente da Ana Sofia  Estevam
Escusam de me perguntar onde fui tirar isto, eu não sei, do nada escrevi e do  nada saiu isto. Acho que estive por momentos possuída e alguma coisa ou alguém completamente assanhado(a) se apoderou de mim e aproveitou-se para escrever isto!
Confesso, estou com medo de mim! ahah  (not funny)


Iúri Zúluri Revel Regueiro  – (18 de dezembro de 2009 às 16:04)  

isto chama se desejo louco...linmdo a que tempos nao sinto isto

Anónimo –   – (20 de dezembro de 2009 às 02:35)  

Tenho um presentinho para ti =)

_+*A Elite in Paris and New York*+_  – (20 de dezembro de 2009 às 08:54)  

Se foste possuida, correu-te bem :)

Beijo meu ♥,

A Elite

Enviar um comentário

eu confesso que...

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP