rumo imprudente



Eu caminhei com todo o cuidado, 
evitando todas as irregularidades do chão que pisava,
mas tu, teimoso e descuidado, trocaste os meus passos,
mudaste o meu caminho, e tornaste-me descuidada,
a cada passo que agora dava, tropeçava em algo de ti,
no teu olhar sereno, no teu sorriso sincero,
até que por fim tropecei e caí no teu toque de desejo.
Não deixei caminho memorizado para voltar atrás,
cabe-te a ti decidir se me acompanhas neste novo caminho sem norte ou,
se me deixas por minha conta sem rumo,  à deriva do vento, para onde me levar.
Se eu fosse mais atenta e menos distraída, poderia ter evitado os teus rodopios,
mas a minha romântica fraqueza, gostar de ti, guiou-me para a tua dança.
Soube chegar até ti, mas não soube controlar os impulsos da paixão que sentia,
trocaste-me os passos, tropecei e caí nos teus braços,
perdi o ritmo da melodia, esqueci a letra da canção,
estava afundada no teu olhar, enfeitiçada pelo teu sorriso e petrificada no teu toque,
e eu sei, que o caminho que esqueci, foi porque o permiti,
e se me perdi, foi porque enquanto dançávamos me apaixonei por ti!
                                                                                                              Ana Sofia Estevam



Um óptimo 2010 para todos vocês! 

Tanyloving  – (2 de janeiro de 2010 às 10:14)  

O amor tem sempre destas coisas :D

<3...

é pena não ser sempre LINDO!! o amor consegue passar de um sonho a um pesadelo :S

bj

Anónimo –   – (2 de janeiro de 2010 às 11:49)  

Gostei =) Bom anoo

JoanaNunes  – (3 de janeiro de 2010 às 11:34)  

Adoro este texto , é docinho (:

Bom 2010 !

Beijinho

Enviar um comentário

eu confesso que...

  © Blogger template Shush by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP